Estudar num mundo globalizado

  

 

going global3

“Going Global: What’s Next?” foi o tema da conferência promovida pelo Knightsbridge Examination & Training Centre e pelo Cambridge English Language Assessment no dia 15 de janeiro, em Sintra. A Forum Estudante esteve lá e conta como foi.

Durante a conferência, os cerca de 60 participantes, maioritariamente diretores de Agrupamentos de Escolas, foram consciencializados sobre as dificuldades que, quer alunos quer profissionais, se deparam no ambiente de globalização em que vivemos e que requisitos são determinantes para sobressair num mercado tão competitivo.

Lucy Bravo, do Knightsbridge Examination & Training Centre, deu as boas vindas a todos os participantes e destacou a importância da aprendizagem das línguas e da certificação. Charlotte Lowe, da EF Education, salientou a importância das línguas estrangeiras e as perspectivas de carreira, assim como o papel das línguas na economia. Já Ângela Pereira, do Cambridge English Assessment em Portugal, falou à plateia sobre o papel dos exames Cambridge enquanto vantagem competitiva, destacando que anualmente, em Portugal, cerca de 15 mil candidatos realizam estes exames. Ainda durante a manhã, Ricardo Sequeira, da Fullbright Information Center, explicou todo o processo de candidatura para estudar no ensino superior nos Estados Unidos.

going global

A Forum Estudante também marcou presença neste dia com o seu stand, onde divulgou os seus projetos e iniciativas.

Após o almoço, foi a vez de Miguel Covas, da Information Planet, esclarecer os participantes sobre os requisitos legais para estudar em países como a Austrália, o Canadá, a Dinamarca e a Suécia. Para finalizar, tivemos o testemunho de Goreti Coutinho, enquanto Consultora Educacional, que enumerou as particularidades de acesso ao ensino superior no Reino Unido por parte dos estudantes portugueses.

going global2

No final do dia, a Forum Estudante foi saber o que acharam alguns dos participantes:

"A Going Global Conference proporcionou um dia muito informativo com apresentações muito diversificadas e todas elas com um denominador comum: o conhecimento e a certificação das competências linguísticas da língua inglesa, para estudar e para trabalhar em todo o mundo. Sem dúvida, foi um dia como os olhos no futuro.What’s Next?"
Ana Teresa Cabral de Moncada, Selo Europeu das Línguas

"A conferência foi muito interessante, as comunicações, embora com abordagens distintas, foram complementares. A pertinência deste tipo de ações é muito grande e são uma necessidade, pois num planeta globalizado como é o nosso, os intercâmbios físicos ou virtuais fazem parte do nosso quotidiano".
António Proença, Direção-geral dos Estabelecimentos Escolares

"Uma conferência viva e dinâmica, de temática muito pertinente, que assume particular relevância na atualidade. Proporcionou oportunidades de “networking”, o que potencia a disseminação da informação junto dos jovens. Foi evidenciada a importância do domínio de línguas, em particular do inglês, bem como da capacidade de interagir com outras culturas. A aposta na qualidade e o reconhecimento de qualificações foram igualmente temas centrais abordados".
Eulália Alexandre, Direção-geral da Educação